Conheça os problemas de relacionamento com o cliente que afetam diretamente as vendas

Uma pesquisa da NewVoice revelou que 58% dos consumidores nunca mais voltam a comprar de uma empresa depois de uma experiência negativa. Portanto, a falta de um relacionamento com o cliente eficiente pode prejudicar a retenção e a fidelização dos consumidores e a recorrência das vendas.

Afinal, mais da metade dos consumidores tomam decisões de compra com base nas experiências proporcionadas pelas empresas. Então, é imprescindível desenvolver uma estratégia de atendimento alinhada às expectativas dos seus clientes.

Para ajudá-lo neste desafio, separamos os problemas mais comuns que afetam as vendas e também as oportunidades de fidelização. Saiba mais a seguir!

Leia tambémComo criar estratégias de relacionamento com o cliente?

6 erros de atendimento que prejudicam as vendas

O setor de atendimento e relacionamento com o cliente é fundamental para garantir a satisfação do consumidor. E, como consequência, é possível manter a base de clientes ativa e gerar novas compras.  

Para atingir tais objetivos, é preciso minimizar os erros que atrapalham a qualidade no atendimento. Conheça os mais comuns e como evitá-los!  

1. Não valorizar a experiência do cliente

Um erro frequente é a empresa não desenvolver a estratégia de atendimento e relacionamento com foco na jornada e experiência do cliente.

A pesquisa da NewVoice revela o quanto esse erro pode ser crítico aos resultados da marca. Nos Estados Unidos, US$ 41 bilhões são perdidos pelas empresas a cada ano após uma má experiência. 

Portanto, foque toda a estratégia do negócio na garantia de uma experiência satisfatória ao consumidor. O que envolve personalização, eficiência e qualidade no atendimento. 

Leia também: Como tornar a experiência do cliente o foco do meu negócio?

2. Não oferecer um atendimento personalizado

De acordo com a Harvard Business Review, 84% dos consumidores não tiveram suas expectativas superadas na última experiência de atendimento. Além disso, 56% deles precisaram repetir informações ao time de atendimento.

Para impedir tais problemas, é fundamental investir no uso estratégico de dados. O que permite realizar a personalização do atendimento, o mapeamento da jornada de compra e a integração do histórico do cliente.

Como resultado, você consegue: 

  • Proporcionar uma experiência mais fluida;
  • Evitar repetições;
  • Identificar os canais de preferência do consumidor;
  • Gerar abordagens mais assertivas;
  • Resolver as demandas de forma ágil. 

3. Desconhecer seu público-alvo

Toda a estratégia deve ser focada na experiência do cliente e personalização do atendimento. Logo, é essencial que a marca conheça detalhadamente quem é o público-alvo.

Esse mapeamento deve ser feito utilizando informações reais sobre seus atuais clientes, como gênero, renda, expectativas, necessidades, objetivos, preocupações etc. 

Em seguida, alinhe a estratégia de atendimento ao tom, linguagem e conteúdo que seriam desejáveis para um cliente com esse perfil. 

Leia tambémComo implantar um serviço de atendimento ao cliente na sua empresa

4. Processos ineficientes

Mesmo com uma estratégia assertiva, muitas empresas têm dificuldades para transformá-la em processos estruturados.

Para melhorar o relacionamento com o cliente, é preciso ter processos claros e bem definidos, tanto para a equipe quanto para os clientes.

A automação dos processos e uso de tecnologias como o CRM – sistema de gestão do relacionamento com o cliente – são alternativas para ter mais eficiência nesse aspecto.

5. Não ser omnichannel

Outra pesquisa do NewVoice revelou que 60% dos consumidores trocam o canal de contato com a empresa de acordo com a localização e ocupação no momento da comunicação.

Dessa forma, a empresa precisa garantir uma experiência omnichannel com diversidade dos canais disponíveis e comunicação fluida e integrada entre eles. 

Essa demanda pode ser atendida com a adoção de uma plataforma omnichannel. Isso porque a ferramenta facilita a implantação da estratégia e também a execução dos processos. 

Leia também: O que considerar para uma estratégia omnichannel de sucesso?

6. Não monitorar métricas de atendimento 

Um erro comum é não monitorar métricas e KPIs (indicadores de desempenho) por meio de relatórios analíticos personalizados às necessidades dos gestores e objetivos da marca. 

As métricas de atendimento podem ser acompanhadas utilizando ferramentas que já fornecem gráficos e dados valiosos sobre o relacionamento com o cliente. 

Com os números em mãos, é possível analisar o desempenho de operadores, a qualidade do atendimento prestado e a satisfação dos consumidores. 

Leia também: Gestão de relacionamento com o cliente: veja métricas e como calculá-las 

Como melhorar o relacionamento com o cliente na sua empresa?

As práticas de relacionamento com o cliente devem evitar os principais erros citados anteriormente. Tudo com o objetivo de oferecer uma experiência mais personalizada e satisfatória ao cliente. 

Para isso, é fundamental contar com uma plataforma omnichannel, que integra os meios de comunicação e garante uma estratégia assertiva de atendimento. 

OlosChannel permite unificar os diversos canais, usa inteligência de dados para personalizar o atendimento e gera relatórios completos de desempenho. Com isso, é possível tornar a experiência mais fluida e garantir qualidade e eficiência no atendimento ao cliente. 

Por meio de tecnologias de última geração, a plataforma identifica os melhores canais para falar com seu público-alvo, seja por SMS, WhatsApp, e-mail, mídias sociais, canais de voz, entre outros.

A solução possui todas as funcionalidades que você precisa. O que envolve URA, gravação digital, discadores automáticos, monitoramento, agente digital e muito mais. Tudo para garantir uma gestão completa da sua operação e gerar maior rentabilidade. 

Quer saber mais? Conheça o OlosChannel e solicite uma visita demonstrativa gratuita! 

Baixe agora o nosso Guia do Relacionamento com o Cliente e saiba como implementar agentes digitais em sua empresa.

Deixe uma resposta