Como o marketing conversacional revoluciona o atendimento?

A internet deu voz a um novo perfil de consumidor, que é mais exigente e informado. Por isso, as empresas precisam de uma nova estratégia de relacionamento com o cliente para manterem a relevância.

Neste cenário, o marketing conversacional, ou marketing de conversação, surge como forma de atender as demandas desse novo público. O que trata de um cliente mais qualificado no que se refere a relacionamento com as marcas e experiência de compra.

O que é o marketing conversacional?

Inicialmente, os gestores precisam saber como funciona o marketing conversacional. O conceito se refere à necessidade de que a comunicação entre marcas e consumidores seja uma via de mão dupla. Ou seja, os dois lados podem emitir e receber mensagens, fornecendo feedbacks e solicitações prontamente.

A ideia é de que a humanização e a prontidão do atendimento são elementos essenciais no relacionamento com o cliente. Mas isso não significa necessariamente o atendimento humano.

Nessa estratégia, o atendimento humanizado é aquele que preza pela agilidade na resposta, personalização do contato e contextualização da mensagem. Essa mentalidade faz com que os interesses do consumidor estejam no centro da abordagem e do relacionamento.

Logo, a sua empresa precisa se preparar para oferecer esse tipo de atendimento ao cliente. Então, de olho na jornada do consumidor e nos melhores canais de comunicação, é possível emitir as mensagens certas quando for conveniente (como e-mail marketing, lembretes etc.). Além disso, também é necessário acompanhar e incorporar os feedbacks dos clientes, como críticas, dúvidas, sugestões e outras.

Como o marketing conversacional impacta o relacionamento com o cliente?

Ficou claro que o marketing conversacional está ligado ao relacionamento com o cliente. Até porque essa estratégia mostra a capacidade da empresa de se comunicar adequadamente com os consumidores e atender às expectativas deles.

Dessa forma, ao incorporar o marketing conversacional, a sua empresa deve ter em mente a necessidade do atendimento personalizado e humanizado para o sucesso das interações. Assim como, não se deve desconsiderar nenhum aspecto do histórico do cliente ao se relacionar com ele.

Por exemplo, é importante levar em conta certos tópicos no relacionamento com o cliente:

– A linguagem apropriada para aquele consumidor;
– O canal de interação preferido por ele;
– As compras realizadas anteriormente;
– Os interesses demonstrados;
– Até as dúvidas e reclamações.

Entre os principais recursos que viabilizam o marketing conversacional, estão os assistentes virtuais. Trata-se, por exemplo, de chatbots e agentes que auxiliam na automação do atendimento e garantem uma experiência satisfatória ao cliente.

Esses assistentes também podem ser integrados com ferramentas diversas, como CRM, inbound marketing e funil de vendas. Além disso, são atrelados a tecnologias, como a inteligência artificial e o aprendizado de máquina. O que ajuda no aprimoramento constante do relacionamento com o cliente a partir dos próprios atendimentos.

Como desenvolver essa solução na sua empresa?

Para implementar uma estratégia de marketing conversacional, a sua empresa precisa de um software especializado, como o OlosChannel.

OlosChannel consiste em uma plataforma omnichannel que realiza o monitoramento da jornada do cliente. O software realiza a comunicação com o consumidor considerando aspectos como canal de atendimento mais usado, histórico de relacionamento e as preferências do cliente.

Com isso, a sua empresa consegue realizar um atendimento personalizado, com eficiência e qualidade no contato. O que eleva as chances de sucesso nas interações com os clientes. Saiba mais e entre em contato aqui!

Baixe agora o nosso e-book e saiba como mapear a jornada de compra do cliente, interagindo com o cliente no momento certo!

Deixe uma resposta